fbpx

Como montar grupo de emagrecimento em 8 passos

O guia prático para montar um grupo de emagrecimento.

Quando falamos em atendimento, a 1ª imagem que vem à cabeça é de um consultório com você e um único paciente. No entanto, existem outras formas de você aplicar tudo que aprendeu na faculdade. E uma delas é com grupos. E se você está aqui é porque provavelmente quer montar um grupo, certo?

E, muito provavelmente, está fazendo isso pela primeira vez…

Então me conta: o que um grupo representa para você?

Se eu fosse traduzir em palavras o que passa pela minha cabeça quando penso em grupos, seria: gratidão, companheirismo, apoio, resultados potencializados e lucro exponencial.

Montar um grupo é algo prazeroso e eu me sinto plenamente satisfeita em ajudar tantas pessoas de uma só vez. Sempre pensei assim: por que ajudar apenas 1 pessoa por horário, se eu posso ajudar 10 ou 20?

Seria mentirosa se te falasse que todo mundo tem 100% de resultado quando termina o grupo, porque não tem, mas ninguém sai do grupo igual, como entrou, tanto o profissional quanto os clientes. Na minha concepção, após tantos grupos meus e das nossas alunas, o maior objetivo é possibilitar ao paciente o autoconhecimento. E isso vem, de forma gradual, vezes nas rodas de conversas, vezes na perseverança em praticar os aprendizados no dia a dia e vezes nas dinâmicas e técnicas aplicadas.

O grupo parece fácil de ser montado, no entanto alguns passos são importantes para você não “quebrar” a cara. 

Minha missão aqui é ajudar você, passo a passo, para seu objetivo de criar seu primeiro grupo!

Mas antes, quero contar uma história…

O dia em que eu montei meu primeiro grupo

Assim que comecei a atender, muitos conhecidos me pediam dieta de graça. E para reverter isso em atendimentos pagos, minha mãe me deu a ideia de convidar as amigas dela para uma palestra sobre emagrecimento.

Apresentei uma aula com dicas para emagrecer e depois fizemos uma degustação de um dia inteiro de uma “dieta saudável”. Elas provaram porções pequenas de um café da manhã, colação, almoço, café da tarde e jantar. Consegui mostrar para elas que alimentação saudável pode SIM ser gostosa e prática.

No final desse encontro, ofereci meus serviços como nutri. Elas mesmas me sugeriram o atendimento em conjunto, já que várias delas estavam interessadas. Naquele momento, me deu o estalo para um grupo, onde nos encontraríamos semanalmente e eu poder passar um conteúdo relevante para elas, a verdadeira educação nutricional.

E assim começamos na semana seguinte. Tive a aderência da maioria das pessoas que participaram da palestra e formei o primeiro grupo com 9 pessoas. Elas me fizeram crescer como pessoa e profissional e, nos 8 meses que pude acompanhá-las, vi todas as dificuldades, as dores, a autoestima de algumas ressurgindo, os reganhos de peso de outras e uma mulher emagrecendo mais de 25kg.

A partir daquele primeiro encontro, entendi que precisava mapear as dificuldades que aquelas mulheres tinham para passar um conteúdo que, de fato, mudasse a vida delas. Foi, intuitivamente, que comecei a criar um cronograma baseado no meu público e, então cada encontro passou a ter um tema. O primeiro grupo foi uma verdadeira escola do que funcionava e o que não funcionava.

No final do primeiro dia, lembro que fui dormir muito empolgada e ansiosa pelos próximos encontros. A Mari de 2012 nem imaginava que, mais para frente, ensinaria tantos nutris a montarem seus grupos também.

Por que montar um grupo?

Esse modelo de atendimento tem muitas vantagens para você e para o paciente. Para mim, essas são 3 maiores:

Vantagem 1: Seu paciente tem mais resultado. Estudos apontam que um emagrecimento em grupo é 5x mais eficiente do que no tratamento individual. Isso porque, com o grupo, o participante se vê em uma rede de apoio onde tem contato com pessoas que têm as mesmas dificuldades que ele, mesma rotina e assim conseguem se motivar com o resultado do outro. Para criar um grupo com esse nível de resultado, você precisa estimular a SINERGIA entre os participantes, criar uma esfera de troca de experiências, empatia e comunicação assertiva.

Vantagem 2: Você se torna uma referência de emagrecimento. Afinal, você conduz os grupos sinérgicos, os participantes têm resultados incríveis, passam a te indicar para os conhecidos e uma indicação é 5x mais potente do que uma propaganda. Você alcançará mais pessoas. Além disso, você passará a fazer mais ações de marketing e palestras sobre o tema “emagrecimento” e com isso, cada vez mais, as pessoas te enxergarão como a pessoa ideal para emagrecer com saúde.

Vantagem 3: Você aumenta seu lucro de 3 a 8x. Imagine: por que atender 1 pessoa por hora, se você pode atender de 10 a 20? Otimizando seu tempo de trabalho, você passa a ganhar mais por hora e pode usar isso de 2 formas:

– Sendo uma injeção no seu caixa, afinal os grupos te trazem de 2 a 30 mil reais de faturamento cada um deles, dependendo o modelo escolhido.

OU

– Diminuindo suas horas de consulta particular, para aumentar seu tempo de qualidade com a família, para lazer ou para cuidar mais de você.

Como montar um grupo?

Para te ajudar criei esse guia que passa por todas as etapas para formação do grupo, desde o planejamento, passando pela captação de clientes até a execução dos encontros. 

1º passo: Veja o interesse dos seus seguidores 

Publique um texto nas suas redes sociais perguntando o que eles acham sobre esse tipo de serviço. Vou te dar um exemplo: 

“Olá, pessoal. Estou estudando mais para trazer mais novidades para o meu atendimento e estou pensando em montar um grupo de emagrecimento para ajudar vocês a se alimentarem mais saudável e, de quebra, ainda emagrecer ATÉ 8kg. Quem se interessa por esse tipo de serviço, escreve EU aqui nos comentários abaixo.” 

Pronto, você fez uma breve pesquisa de mercado. Se tiver uma boa audiência, você também pode usar a enquete dos Stories para essa etapa.

Nesse primeiro momento, você verá o interesse das pessoas que estão ao seu redor, não vai passar mais nenhuma informação, afinal o seu grupo não está pronto, mas guarde esses nomes, para depois entrar em contato com eles. 

2º passo: Defina para quem é o seu grupo 

Assim como no consultório, ter um nicho para seu grupo é essencial. Pense quem é a persona do seu grupo. Quem você deseja alcançar? Homens, mulheres, os dois? Qual faixa etária? Qual renda? Qual objetivo de perda de peso? 

É muito importante definir o objetivo, não indico que coloque pessoas com metas distantes dentro do mesmo grupo, por exemplo: bariátricos, pessoas que querem emagrecer até 5kg e pessoas que querem emagrecer mais de 20kg. Misturar tantas metas, vai deixar o seu grupo sem foco, porque cada perfil de cliente tem uma dificuldade diferente. No grupo, o ideal é ter pessoas que tenham perfis parecidos, para que você consiga se organizar melhor nos assuntos que vai trazer e na forma como administra as rodas de troca de experiência. 

Importante: grupo não precisa ser apenas de emagrecimento. Você pode inovar na sua região com outros tipos de grupos. Olha essa lista:

  1. Diabéticos: Aborde assuntos relacionados a esse mundo: contagem de carboidratos, receitas especiais, leitura de rótulo, cuidado com o corpo etc.
  2. Bariátricos: Você pode ter 2 grupos: Antes de operar, quando as pessoas precisam passar por um processo de reeducação alimentar. Depois de operar, quando surgem os problemas de dupping, vontade de comer o que não pode, efeito platô e até reganho de peso.
  3. Transição para vegetarianismo: Esse nicho vive rodeado de mitos e verdades. Se tiver vontade e amor pela causa, você é a melhor pessoa para instruí-los.
  4. Homens que desejam hipertrofiar ou emagrecer: O grupo pode ser na linguagem deles: cheio de desafios, games, praticar atividade física em conjunto.
  5. Introdução alimentar: As mamães ficam tão perdidas nesse momento e um grupo, guiado por um nutricionista e com outras mães para trocar ideias, é tudo que ela quer nesse momento.
  6. Gestantes: Futuras mães precisam do acompanhamento de uma nutri no pré-natal também. A nutrição certa garantirá o desenvolvimento perfeito do feto e uma criança cheia de energia, com imunidade boa e inteligente.
  7. Reeducação alimentar para crianças: Um grupo feito para as crianças e não para os pais! Você precisa gostar dos pequenos e ter muita paciência. Monte um cronograma bem divertido.
  8. Mulheres menopausadas: uma fase complicada na vida de qualquer mulher. O grupo vai ser ótimo para essas mulheres passarem por esse período caótico.
  9. Atletas: Um grupo para corredores, nadadores ou jogadores de vôlei, tênis… um nutri esportivo faz toda a diferença para a performance e recuperação. O bom é que esse pessoal já ama estar em grupo!
  10. Grupo de alta performance: Associe coaching com nutrição, para ajudar pessoas a se desenvolverem melhor no seu trabalho ou para passar em concursos.

Defina também quantas pessoas vão participar do seu grupo. Pode ser que o espaço que você tem hoje, comporta apenas 8 pessoas e está tudo bem, abra 8 vagas. Se conseguir um espaço maior, abra mais vagas. 

3º passo: Defina o modelo do grupo 

De acordo com o objetivo dos seus clientes, é possível estipular o número de encontros. Aqui abaixo coloco alguns exemplos, mas seu grupo pode ter outros objetivos também:

  • Grupos para preparação para cirurgia bariátrica: 6 meses de duração, para que ocorra a conscientização e mudança de hábitos antes de acontecer a cirurgia.
  • Grupos para pessoas que desejam emagrecer 15kg: 4 meses de duração, se algumas pessoas não emagrecerem nesse período, sem problemas, eles podem continuar o tratamento individualizado depois.
  • Grupos para pessoas que desejam emagrecer menos de 8kg: 3 meses de duração é tempo suficiente para passar um conteúdo que transforme a vida dela, onde ela entenda os princípios de uma alimentação saudável e leve isso para a vida dela.

O objetivo de um grupo é tornar seus participantes autônomos, para que eles consigam fazer boas escolhas alimentares, fazendo o resgate com sua autoestima e suas percepções corporais.

Então, defina o número de encontros do seu grupo e a periodicidade pode ser semanal ou quinzenal. Cada encontro deve abordar um tema para aproximar o seu cliente do conhecimento que você deseja transmitir.

É possível convidar outros profissionais para complementar seu grupo, caso ache necessário, como um educador físico, médico ou psicólogo. Você pode dividir os encontros com essas pessoas ou convidar para participações pontuais. Mas eu não recomendo que faça isso no começo. Depois que tiver adquirido experiência, você convida esses profissionais.

4º  passo: Encontre o local ideal 

Definido o público alvo, o objetivo dele, a duração do seu grupo, e o número de encontros, é hora de encontrarmos o local perfeito para nossas reuniões.

Como esse é o seu primeiro grupo, tudo pode ser adaptável e depois, com o tempo, você vai aperfeiçoando.

Se você tiver um espaço próprio, que comporte o número dos seus participantes, ótimo. Se não, pode adaptar seu consultório ou sua recepção para receber esse número de clientes.

Dá uma olhadinha nesse vídeo da Laura Moraes, ela faz os grupos dentro do consultório dela. Em menos de um ano depois do curso Líder de Emagrecimento, a Laura já havia formado dezenas de grupos em sua cidade, no interior de São Paulo. 

 

Se sua recepção ou consultório não for tão grande assim, tudo bem. As suas opções seguintes são:

  • Espaço de parceiros;
  • Coworking (local que aluga uma sala de reunião por hora);
  • Buffet;
  • Salão de Igreja;
  • Salão de festas do seu condomínio;
  • Salão do clube ou centro de convivência do seu bairro.

Verifique também se na sua cidade não existe espaços para palestras e eventos dentro de edifícios comerciais e em estabelecimentos comerciais. Algumas lojas de móveis planejados, por exemplo, dispõe de um espaço para eventos. Só não esqueça de contabilizar isso nos seus custos, se precisar alugar um espaço.

passo: Construa o cronograma para os encontros 

Pense no público que você definiu para o seu grupo e escreva em um papel quais são as 20 dificuldades que eles mais sentem. Quais são as maiores queixas que eles reclamam? Como é a vida deles no dia a dia? De final de semana? 

Liste todas essas dificuldades e, agora do lado de cada uma, veja como você pode ajudá-los a amenizar essas dificuldades com algum conteúdo de Nutrição. Encontradas as queixas e as soluções, distribua todas elas entre os encontros e, se necessário, diversifique o cronograma, colocando aulas de outros profissionais para complementar as suas aulas, coloque aulas práticas, meditação, aulas de culinária, rodas de conversa, dinâmicas, degustações. Cada encontro deve ter uma novidade para não ficar monótono. 

Ao fazer os encontros, evite palestrar. Passe o conteúdo em tom de conversa, dê voz ativa para que todos possam falar o que sentem sobre aquele assunto. E, claro, sempre ajeite o conteúdo conforme a necessidade. É sempre bom entregar um material para cada participante, para que eles possam levar aqueles ensinamentos para casa.

passo: Defina o preço do seu grupo 

Existem várias formas de calcular o preço do seu grupo, mas o mais simples é usar sua consulta como base. 

Supondo que a média de consultas dos nutricionistas é de R$200,00 com retorno, onde cada consulta e cada retorno tem 1 hora de duração. A hora do nutricionista hoje custa, em média, R$100,00. Um grupo de emagrecimento é o conjunto de várias consultas juntas, então pela lógica, um grupo de 8 encontros, deveria custar R$800,0. No entanto, esse valor pode ficar pesado para muitos clientes, ainda mais porque 8 encontros, geralmente, acontecem dentro de 2 meses, se eles forem semanais. Então, a pessoa pagaria 400 reais por mês para ter um tipo de atendimento diferenciado. 

De verdade, você não precisa cobrar o valor cheio da sua consulta para um atendimento em conjunto. Lembre-se que a pessoa recebe uma atenção dividida com mais 9, 19 pessoas, não é mesmo? Considero que cada encontro pode custar A PARTIR DE 50% do valor da sua hora. Digo “a partir” porque esse valor pode chegar até 80%, dependendo dos serviços que você coloca dentro desse grupo. 

Quanto mais rico de conhecimento e novidades ele for, mais caro você pode cobrar. No seu primeiro grupo, eu recomendo que você comece com calma. Primeiro experimente um modelo simples, coloque um preço justo para testar a eficácia e com o tempo, vá aplicando a melhoria contínua nos seus grupos, trazendo mais profissionais, mais novidades, mais serviços diferenciados e, consequentemente, aumentando o valor de investimento do cliente. Sendo assim, um grupo de 8 encontros, pode custar de R$400,00 a R$640,00 por pessoa. 

Ou seja, se você consegue 10 pessoas, são R$4.000,00, no mínimo. Se consegue 20 pessoas, no preço máximo, são quase R$13.000,00  de faturamento bruto. 

Pronto. Até aqui foi uma importante parte para planejarmos o grupo. Você já decidiu para quem seu grupo é, onde os encontros vão acontecer e o que eles vão aprender. Chegou o momento de oferecer seu grupo para seus clientes e seguidores do seu trabalho.

passo: Divulgue seu novo serviço 

Com todas as informações reunidas: data de início, quantos dias vai durar, dia da semana que vai acontecer os encontros, horário de começo e término dos encontros e qual o objetivo do seu grupo, é hora de fazer uma imagem bem legal. 

Eu, particularmente, recomendo no site www.canva.com que é tipo um Photoshop gratuito. Explore as ferramentas e deixe sua criatividade fluir. Com a imagem pronta, faça um texto mostrando para as pessoas o que elas vão aprender com o grupo e qual resultado elas terão. 

Quando as pessoas demonstrarem interesse, chame-as no privado ou peça o Whatsapp delas, para passar o preço do grupo. Antes de mencionar o valor, reforce todos os benefícios que ela terá e qual a diferença entre o grupo e a consulta. É importante que você dê um prazo para as pessoas se inscreverem, e aqui vai uma dica de ouro: esse prazo deve ser de, no máximo, 7 dias. Deixar muito tempo para se matricular no seu grupo, faz com que as pessoas pensem demais ou simplesmente esqueçam do grupo. 

Recomendo também, que abra as inscrições entre os dias 5 e 15, porque nesses dias a maioria das pessoas já recebeu o pagamento. Também tem a questão de ter limite no cartão de crédito que vale a pena ser levada em consideração, se você for aceitar esse tipo de pagamento. 

passo: Crie um canal para interação diária 

Os encontros podem ser semanais ou quinzenais e para manter a energia do seu grupo lá em cima, é importante reforçar algumas mudanças de comportamento diariamente. Crie desafios semanais e peça para compartilharem fotos cumprindo o desafio, dentro desse grupo. Poste textos diferentes, vídeos e áudios incentivando-os. Traga mais conhecimento para dentro do grupo. 

É legal colocar um horário para você se dedicar e dar uma atenção especial para esse grupo, para responder todas as perguntas. Eu gostava de responder tudo sempre pela manhã, antes de começar a atender. Tem gente que prefere a noite, antes de dormir. Isso é com você, com o horário que você se sente confortável e disposto. 

Fazer grupos é pra mim?

Recém-formado: Assim como para mim, os grupos me trouxeram habilidades para tratar a obesidade e também foi chave importante para meu consultório crescer de forma exponencial. O segundo grupo que fiz, me trouxe mais de 30 indicações de novos pacientes, feitas por pessoas que participavam dele. Um recém-formado que deseja sucesso no consultório, ganha mais notoriedade com grupos, com certeza. 

Quem já está no mercado entre 2 a 6 anos: Podemos traçar diferentes objetivos com os grupos, é possível ganhar mais visibilidade com eles, mas também é possível diminuir a fila de espera de pacientes também, se você está com esse problema. Por que fila de espera é um problema? Se você trabalha com obesidade, sabe que as pessoas são imediatistas, que querem emagrecer para ontem. Logo, se demorar demais para passar em consulta, a pessoa pode desistir. Você pode usar os grupos para diminuir essa fila, porque consegue atender 20 pessoas ao mesmo tempo. Assim, só atende no consultório quem realmente precisa de um acompanhamento mais incisivo ou quem não tem perfil para participar do grupo (pessoas tímidas, por exemplo). Assim, você não estará recusando ninguém de iniciar um tratamento rapidamente. 

Quem está no mercado há mais de 7 anos: o grupo pode ser usado para quem quer mais tempo com a família, sem prejudicar o faturamento. Você pode aumentar o valor da sua consulta individual, reduzir o número de consultas semanais e colocar o grupo em um dia da semana. Assim, não prejudicará seu orçamento e trabalhará menos. 

Como pode perceber, são muitas possibilidades e vantagens de ter um grupo. Eu já passei pelas 3 situações que descrevi aqui acima e vou te contar que temos alunos de todos os níveis no nosso curso.  

Aqui na Amor em Nutrir, temos o Programa Líder de Emagrecimento, que é um curso online com 6 semanas de duração, onde ensino dois modelos totalmente prontos de grupos que podem gerar um faturamento de 2 a 10 mil reais.

Dentro do curso eu também mostro o passo a passo de como montar o seu próprio modelo de grupo  te entrego a Caixa de Ferramentas do Líder repleta de temas, técnicas e materiais de apoio para o seus grupos.

Caso você queira saber mais sobre o Líder de Emagrecimento, é só clicar aqui.

Ficaremos felizes em te ajudar a montar seus grupos!

Você aprendeu como criar seu primeiro grupo. Possivelmente, esse será o primeiro de muitos!

 

Sucesso!

Com Amor em Nutrir,

Mari

outras postagens

Assine nossa lista VIP!

Deixe aqui seu e-mail e receba na sua caixa de entrada materiais exclusivos, dicas da nossa equipe e outras vantagens. Mas só para quem é da nossa lista VIP!

Cadastro realizado com sucesso!