fbpx

Gatilho do nome: você precisa aplicar hoje

Aprendi isso recentemente com uma loja que sou cliente e você precisa aplicar hoje!

Oi,

Nutri, recentemente eu vivi uma experiência como consumidora, que me deu um insight gigante, tanto que resolvi compartilhar com os alunos e fazer esse artigo!

Aqui em Santos, existe um cafeteria que fica dentro de um shopping, na qual eu gostava muito de ir aos domingos. Não sei se você sabe, mas eu sou vegana e amo os milk-shakes, cappuccino e salgados dessa cafeteria em questão.

Tanto que sou adicionada na lista de transmissão deles, para receber as novidades e ir lá me empanturrar de coisas gostosas, saudáveis e veganas.

Bom, isolamento social chegou e com certeza, muitos comércios foram afetados, incluindo essa cafeteria. Pois bem. Eles começaram a usar a lista de transmissão para vender as gostosuras deles por delivery e frequentemente mandam fotos de bolos suculentos e ofertas.

Até então, nunca tinha feito um pedido sequer. Primeiro, porque eles não estavam entregando bebidas e salgados na chapa (o que eu sou fã), estão somente com bolos, pizzas e tortas salgadas. Segundo porque eu estava consumindo o máximo de coisas saudáveis nessa quarentena e tô passando longe de farinha de trigo (acho que sou celíaca, estava em investigação, enfim…)

Até que um dia…

Recebi uma mensagem da cafeteria que começava assim: “Oi Mari, essa semana estamos com os bolos x, y e z. Você vai querer fazer seu pedido?”

“Oi Mari”???

Nesse momento, um monte de coisas passaram na minha cabeça:

1) Ela me chamou pelo nome, como vou ignorar alguém que manda uma mensagem com meu nome?

2) Ahh, eles devem ter enviado para todo mundo…

3) Putz… Coitados, o negócio deles foi altamente prejudicado, tanto que eles decidiram entrar em contato no um a um com cada cliente ao invés de usar uma mensagem padrão para todos que estão na lista de transmissão (mas esse foi meu pensamento de marqueteira. Talvez uma “pessoa normal” não pense nisso).

4) É, não vou ignorar. Vou responder.

E assim, respondi e iniciamos uma conversa.

Na hora, rapidamente percebi o que me levou tomar a ação: ela falou meu nome, mais do que isso: meu apelido. Eu não consegui virar as costas para isso, porque vi que do outro lado tinha uma pessoa de verdade, de carne e osso.

Muito bem. Sabendo disso, como você pode aplicar o gatilho do nome com seus clientes?

• Enviando um material inédito, individualmente para cada pessoa. Sempre chamando pelo nome e mostrando todo cuidado e empatia.

• Você também pode abrir todos os prontuários dos seus pacientes e enviar mensagens mais personalizadas ainda! Perguntando como estão, se já resolveram a situação X, se ainda está com sintomas A, B e C.

Outro dia, ensinei essa técnica dentro de um grupo e rapidamente o feedback veio: uma pessoa que sempre reclamava que ninguém da lista de transmissão dela respondia, falou que 10 pessoas tinham respondido em menos de 10 minutos depois do envio da mensagem.

“Mari, mas então devemos acabar com a lista de transmissão?”

De jeito nenhum. Ela ajuda em muitos casos, mas essa é uma ótima forma de você fazer as pessoas se relacionarem com você, e a partir daí, iniciar uma conversa, que pode (e vai) resultar em venda. Venda = marcação de consulta.

Vale a pena tentar.

Depois você me conta o resultado?

Com Amor em Nutrir,

Mari

outras postagens

Enter your email to unlock this deal