fbpx

Como a gamificação torna o atendimento nutricional mais motivador

Não basta um Plano Alimentar, precisamos trabalhar com mudança de comportamento

Antes de te explicar porque a Gamificação é o caminho para mudança de comportamento e fidelização dos seus clientes, eu vou te explicar porque a nossa forma tradicional de conduzir um atendimento é um verdadeiro tiro no pé da consistência.

A verdade é que no dia a dia do atendimento, nós adotamos uma postura REATIVA frente ao grande problema do nosso paciente.

Escutamos a queixa, elencamos uma estratégia para intervenção nutricional, entregamos um plano alimentar, em alguns casos alguma suplementação e nos colocamos a disposição se ele precisar.

O atendimento acaba, cruzamos os dedinhos para o cliente seguir a prescrição e contamos com a bendita da força de vontade. Aquela, aquela mesma que você também usa quando faz as suas promessas de final de ano.

Quantas vezes você contou com a sua força de vontade para mudar um comportamento e com o passar do tempo também desistiu?!

É exatamente isso que a gente faz com o cliente. Entrega um monte de orientação, facilita uma ou outra dificuldade e acredita que isso é o suprassumo do atendimento de nutrição.

Contamos com a força de vontade do nosso cliente e esquecemos que a tal da força de vontade é um recurso esgotável. Quanto mais você usa, maior será a chance de acabar.

O seu cliente vai para casa e no balanço final você consegue contar nos dedos para quantos deu alta. Quantos entraram no seu consultório para buscar um objetivo e realmente alcançaram.


Se a forma convencional não está sendo eficiente qual é o outro jeito de fazer?

É aqui que eu te apresento um mundo novo e inexplorado. O verdadeiro oceano azul da nutrição, a GAMIFICAÇÃO.

Mas afinal de contas o que é essa tal de GAMIFICAÇÃO?

GAMIFICAR significa colocar elementos de jogos para engajar e motivar pessoas a mudarem o seu comportamento ou desenvolverem novas habilidades para atingirem os seus objetivos. A indústria de jogos movimenta bilhões todos os anos.  As premissas para criação de um jogo se baseiam também nas pesquisas feitas em diversas áreas do desenvolvimento humano como Psicologia, Ciência Cognitiva, Teoria da Performance. Usar Gamificação é uma forma de trabalhar com a Motivação Intrínseca e Extrínseca do paciente.

Se você pesquisar na internet vai achar diversos artigos que comprovam a sua eficácia fora do ambiente de jogos. Não estou aqui dizendo que você vai transformar o seu atendimento em um joguinho. Gamificação não é criar um jogo. Existem mais de 24 elementos que podem ser combinados para estimular a ação e o engajamento na conquista de um objetivo.

Usar esses elementos pode te ajudar a trabalhar a autoeficácia do paciente. Fazer ele acreditar que é capaz. 

Enquanto a consulta tradicional conversa exclusivamente com o lado racional do cérebro do paciente, a Gamificação usa e abusa do poder das emoções.

Nosso cérebro é dividido basicamente em duas partes: néocortex e sistema límbico.

O néocortex é responsável pelo raciocínio lógico. Quando explicamos uma conduta para o paciente estamos conversando com esse lado do cérebro. Mas é aí que mora o pulo do gato. A maioria das decisões não é tomada pelo néocortex e é por isso que mesmo as pessoas tendo consciência de que precisam mudar a alimentação elas nem sempre mudam. 

Isso acontece porque a maioria das decisões é tomada pelo outro lado do cérebro, o sistema límbico. É o lado responsável pelas emoções, pelo instinto e sobrevivência.

Na Gamificação você consegue conversar mais com o sistema límbico do seu cliente e despertar Emoções e a vontade de mudar.

Não é exatamente disso que você e o seu cliente precisam?

Parar de uma vez por todas de depender da Força de Vontade e seguir leve, feliz e confiante para contar uma nova história?

Você não precisa gostar de jogos ou ser uma Nutri amante da tecnologia. Precisa apenas conhecer esses recursos. Usar a Gamificação como uma caixinha de ferramentas assim como fez a minha aluna Marianne Santana que criou um Programa Nutricional Gamificado e aumentou a adesão ao tratamento, a perda de peso dos pacientes e também o seu faturamento.


Como começar a Gamificar?

Todas as pessoas que te procuram querem resolver um problema. Você pode ser Nutricionista Clínica, Esportiva, Funcional ou Comportamental. Pode trabalhar com atendimento individual, em grupo ou fazer Coaching Nutricional. Pode atender homens, mulheres, crianças ou gestantes. Não importa onde ou para quem. Você trabalha para resolver um problema, certo?

O que eu te convido a fazer é transformar esse caminho em um passo a passo mais leve e até mesmo mais divertido.

A gente tem uma mania de querer entregar tudo de uma vez para o paciente. E eu entendo que essa mania vem pela nossa vontade de querer ver ele melhor. Porque a gente sabe tudo que ele precisa fazer para chegar até lá. E mais do que isso. O paciente às vezes chega para a consulta muito ansioso por resultado. Querendo a mágica da transformação. E parece que ele resume tudo na entrega de um plano alimentar.

Mas se você quer fazer a diferença na vida do seu paciente, você vai precisar mostrar para ele que não é bem assim. Que o objetivo dele exige percorrer um caminho e que para percorrer esse caminho ele vai precisar vencer desafios.  Etapa por etapa, até que ele, de uma forma prazerosa, chega lá.

Apresentado o caminho para o cliente, você vai focar na fase da vez. Não vai ficar fazendo aquelas consultas muito demoradas que o cliente já começa a abrir a boca e nem lembra direito o que você falou. Sua consulta é leve e focada no momento atual. É gostoso viver aquele momento ali e agora.


4 elementos que não podem falta na dinâmica do seu atendimento

 

  1. EMOÇÕES:

Com a Gamificação você desperta  no paciente a emoção de alcançar um objetivo. Podemos fazer isso utilizando alguns dos elementos como a competição, a colaboração, as transações, o placar, as cartas da sorte, desbloqueio de conteúdos, doações, coleções, combates, chefão, distintivos, nossa, é um mundo de opções. Desde a primeira consulta você já vai fazer ele sentir que é capaz. Você pode recarregar a Motivação e a bateria de força de vontade através de feedback e recompensas que são geradas pelas pequenas vitórias. Um ponto importante é ressignificar os erros. Errar faz parte do processo e a única coisa que o seu paciente precisa é seguir em frente, sem ter medo do fracasso.

  1. NARRATIVA (Storytelling):

A Jornada de atendimento precisa ser uma história que faça sentido ser contada pelo seu paciente. Essa história tem início meio e fim e ela representa o passo a passo para conquista de um grande objetivo. É dessa forma que você mostra para o paciente que o atendimento não acaba depois da entrega do plano alimentar, que essa é apenas a primeira fase, mas que você estará com ele em cada etapa.

  1. PROGRESSÃO:

Cada encontro seu com seu paciente precisa ser motivo para comemorar uma vitória. Ele precisa ter clareza de que hoje ele está melhor que ontem. Você pode criar representações visuais que demonstram o progresso. Isso pode ser feito por checklist, tabuleiros, planners ou até mesmo um álbum de figurinhas como fez a minha aluna Marianna Santana.

O simples fato de comparecer na consulta já mostra que ele está persistindo e está cada vez mais perto do resultado final. Ele verifica, de forma visual que vale a pena prosseguir.

  1. RELACIONAMENTO:

Independente do seu estilo de atendimento, pode ser individual, em grupo, pode ter encontros online ou presencial, você precisa colocar o seu paciente para interagir com outras pessoas. Podem ser familiares ou amigos ou até mesmo outros pacientes que estão buscando o mesmo objetivo que ele. Sabe aquelas pessoas que geralmente são os grandes sabotadores da dieta? Na Gamificação nós temos a oportunidade de trazer elas para perto. Fazer com que elas se tornem o Anjo da Jornada do paciente.

O importante é criar uma rede de suporte que seja independente de você. Assim ele conseguirá persistir quando chegar o momento de enfrentar os maiores obstáculos. Dessa forma você passará a ter uma atuação mais ativa no ambiente do seu paciente e as dificuldades são amenizadas.

Garantindo esses 4 Pilares na dinâmica do seu atendimento é impossível que o cliente não se engaje. 

Cada atendimento que você faz tem um propósito e objetivo. Você não se sente perdida e o paciente tem vontade de cumprir cada etapa. Ele não falta na consulta porque sabe que sempre terá uma surpresa para a próxima fase.

Ele conquista o objetivo, recebe alta e quer que todos os amigos e familiares passem por essa mesma vitória que ele passou. Você faz a roda do atendimento girar, transforma pessoas, entrega saúde, se sente realizada e tem um modelo de consulta extremamente divertido e lucrativo.

Pouquíssimas pessoas hoje sabem o que é Gamificação e muito menos tem a clareza de como podem usar essa estratégia no atendimento de nutrição. Essa é a sua oportunidade de se posicionar no mercado com um estilo de atendimento nunca visto antes pelo seu paciente.


Mas será que a Gamificação é para todo mundo?

A Gamificação é  para o Nutricionista que quer ver o resultado do seu trabalho.

Para o Nutricionista que quer ver seus pacientes retornando e que não quer se preocupar com o número de consultas que fez no final do mês.

Para o Nutricionista que quer fazer um atendimento totalmente diferente e original, conseguindo se destacar entre os demais.

Se você chegou até aqui nessa leitura provavelmente é o tipo de nutricionista que eu gostaria de receber no meu curso online AME10 (Academia de Motivação e Encantamento de Pacientes em 10 semanas).

Você vai receber um modelo completo, um passo a passo que poderá dobrar o seu faturamento a partir da criação de um Programa de atendimento que mantém a motivação dos pacientes em alta levando ele até o final do tratamento. Chega de ficar correndo atrás dos seus pacientes para que eles retornem na consulta. Eles irão contar os dias para te ver e mostrar, com orgulho, o resultado que tiveram!

Imagina você não dependendo de consulta avulsa? Recebendo antecipadamente pelas consultas que fizer? Isso é sucesso profissional. Você vai conquistar o reconhecimento que você tanto busca sentir cheia de energia para atender e chegar em casa certa de que escolheu a profissão perfeita para você!

Clique aqui para conhecer mais sobre o AME10

Espero que esse post te ajude a ampliar o seu campo de visão e perceber que um Atendimento de Nutrição pode ir muito além da entrega do plano alimentar.

Marcella Parreiras.

outras postagens

Assine nossa lista VIP!

Deixe aqui seu e-mail e receba na sua caixa de entrada materiais exclusivos, dicas da nossa equipe e outras vantagens. Mas só para quem é da nossa lista VIP!

Cadastro realizado com sucesso!