fbpx

Não é magia, é técnica: como aplicar as perguntas poderosas na nutrição

Oi, Nutri

Se você tem problemas com retornos e desmarcações, esse texto foi feito sob medida para você! 

Algumas coisas podem ser feitas, usando diversas ferramentas, para que o seu paciente vá até o final do tratamento! Inclusive, tem um vídeo no nosso canal que ensina a planejar o seu plano de ação, dá uma olhada:


Mas hoje eu quero te mostrar outra coisa! Existem 7 perguntas poderosas que eu uso nos atendimentos, para deixar as pessoas bem reflexivas e mais motivadas a seguir o tratamento usando ferramentas de coaching.

Já pega caderno e caneta, pois essas perguntas irão mudar a sua vida:

1. Como você pode mudar essa situação?

Faça essa pergunta quando o cliente coloca a culpa em si ou nos outros, por não ter conseguido se alimentar conforme o previsto.

2. Você abriria mão disso por toda sua vida?

Quando você precisa tirar algum alimento que não faz bem para o paciente (no caso de doenças, alergias e intolerâncias). Com a resposta dele, apresente soluções com outros alimentos substitutos. 

3. Até onde está em suas mãos o alcance da sua meta?

Na hora que ele colocar metas que você considera desafiadoras demais ou inalcançáveis, não jogue o balde de água fria. Deixe que ele considere o que falou e veja se está possível ou não de atingir.  

4. De 0 a 10, qual o nível de comprometimento com o tratamento?

Pergunta ideal para primeira consulta, para avaliar o nível de comprometimento do paciente. Nas demais consultas, você pode fazer quando ele tiver baixa adesão do que foi combinado, fazendo-o refletir sobre suas ações, que não estão congruentes com o que ele deseja para a vida.

5. Até onde você abriria mão da vida que tem agora, para alcançar o seu objetivo?

Use quando perceber que a pessoa faz muitos excessos alimentares e gosta de expor isso para você. Pode ser usada em pacientes que cometem muitos deslizes, principalmente por causa da vida social ativa. 

6. Ao alcançar sua meta, o que você ganha?

Leva a pessoa ao final do tratamento, onde ela visualiza os ganhos. Você pode até pedir para ela responder de olhos fechados, se imaginando no resultado final. As pessoas costumam se emocionar bastante com esse exercício. 

7. O que você pode fazer para mudar imediatamente e passar a curtir o processo?

Use quando a pessoa se frustra com os resultados, é resistente, diz que emagrecer é difícil, que “não nasceu” para isso. 

Eu sempre incentivo a prática da escuta ativa, levando à humanização do tratamento. Um bom atendimento de Nutrição é quando o nutricionista consegue fazer as perguntas que levam o paciente refletir e agir. 

Quanto mais conversar, mais efetivo será o resultado. Lembre-se também de sempre apresentar soluções às respostas dos seus pacientes, de nada adianta a reflexão sem a ajuda final.

Quais dessas perguntas você mais gostou e vai aplicar a partir de hoje? 

Agora eu tenho uma pergunta pra você: você já se inscreveu no nosso curso O Potencial Inexplorado da Fidelização?

Ele é 100% gratuito e online e acontecerá entre os dias 26 e 30 de julho. Nele você encontrará estratégias e ferramentas para levar o seu paciente até a sonhada alta nutricional.

Se inscreva agora mesmo, te vejo lá.

Com Amor em Nutrir,
Mari

outras postagens