fbpx

Nutricionista x Nutrólogo: Qual a diferença?

Oi, nutri.

Você já se pegou pensando qual a diferença entre Nutricionista e Nutrólogo? Aliás, um paciente já perguntou isso? É muito comum as pessoas não saberem essa diferença, o que faz com que a nossa profissão acabe sendo desvalorizada, por “preferirem” outro profissional só pelo diploma em medicina.

Para que você nunca mais tenha essa dúvida e consiga mostrar para o seu cliente o momento que deve procurar a você ou a um nutrólogo, listei aqui algumas diferenças, focando em nutrição clínica:

1. Nutrólogo é o médico que se especializou em nutrologia. Ele precisa ter residência ou título de especialista em Nutrologia, enquanto o nutricionista estuda exclusivamente nutrição.

2. A prescrição alimentar (vulgo dieta) é atividade privativa do nutricionista – e isso significa que mais ninguém pode legalmente fazer isso, nem nutrólogos.

3. O nutricionista analisa as deficiências e excessos nutricionais e promove educação alimentar, indicando a ingestão de alimentos de forma equilibrada, levando em consideração o tipo de metabolismo e comportamento dos clientes. O nutrólogo faz diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças ligadas ao comportamento alimentar e pode prescrever medicamentos, solicitar exames mais invasivos e prescrição de superdoses de vitaminas, quando há carência.

4. O nutrólogo pode prescrever dieta parenteral, por via endovenosa, a pacientes hospitalizados. O nutricionista planeja e coordena o preparo de refeições com qualidade.

Vou te dar um exemplo para que você consiga visualizar melhor O paciente vem com a questão “Nutri, eu não me sinto confortável com o meu corpo, quero emagrecer X quilos para colocar um biquíni no verão!”; nesse caso será necessário analisar os obstáculos do paciente, hábitos e montar um plano alimentar, ou seja, o paciente em questão está certo em vir até você, nutricionista!

Mas, se o paciente afirma perder peso constantemente, mesmo sem mudar nada em seus hábitos e se esforçando para engordar, o mesmo deve se consultar com um nutrólogo, que fará pedidos de exames e um acompanhamento para que o profissional dê um diagnóstico e os medicamentos necessários.

Então como podemos trabalhar juntos?

Quando você constatar uma grave deficiência de mineral ou vitamina, por exemplo: seu paciente está com 8 ng/mL de vitamina D, encaminhe para um nutrólogo o mais rápido possível.

Ao identificar doença nutricional ou sintomas, encaminhe para um nutrólogo os pacientes que precisarem de tratamento por meio de medicamentos.

Nutricionistas e nutrólogos são como psicólogos e psiquiatras, fisioterapeutas e fisiatras e assim vai.

Agora que você já sabe a responsabilidade de cada um, que tal procurar um nutrólogo na sua cidade e fazer uma parceria? Os 3 ganham: Você, o médico e, principalmente, o cliente.

Não sabe como fazer essa parceria? Eu escrevi um manual gratuito com o passo a passo completo para você fechar parcerias de sucesso.  Você pode fazer o download aqui.

Com Amor em Nutrir,

Mari

outras postagens