fbpx

Passo a passo para criar um programa nutricional eficiente

O programa nutricional é uma ótima forma de fidelizar e principalmente de levar o paciente para o resultado esperado. Além disso, ele traz mais estabilidade para o seu consultório, ajudando, por exemplo, a passar por situações como a que estamos vivendo, com mais conforto e segurança, já que o valor é pago previamente.

Nesse vídeo a Mari explica tudo sobre esse assunto e ainda te ensina como montar um programa nutricional da melhor forma.

 

Agora que você já sabe o que são programas nutricionais, como montar e como vender para os seus pacientes. Vou te mostrar o passo a passo para criar um programa nutricional eficiente.

Passo 1: Tenha clareza dos objetivos.

Antes de desenhar a Arquitetura do Programa defina quais são as Premissas, ou seja, o que eu não abria mão de estar na raiz desse programa. Por exemplo:

• O paciente precisa se sentir acolhido

• Ele precisa confiar que o resultado é certo

• O Programa precisa dar a ideia de um tratamento mais rápido

• A Experiência precisa ser memorável e “Instagramável” (gerar desejo de compartilhamento das experiências nas redes sociais)

Passo 2: Tenha uma estratégia

Escreva todas as coisas que precisarão ser feitas com esse paciente: o que ele precisa mudar, como vai ser possível, quais as dores, os obstáculos e os objetivos;

Passo 3: Defina o número de consultas

Calcule quantas consultas serão necessárias para que isso aconteça e estabeleça temáticas para cada consulta, degustações, aulas de culinária, eventos mensais, ferramentas de coaching, enfim, o que seja necessário para o seu paciente atingir o objetivo dele.

Passo 4: Valor agregado

Tenha claro o valor agregado. Definir um ou mais bônus é a chave para o programa funcionar. Quando você explicar para o paciente o benefício do programa, tenha em mente o que você vai oferecer a ele, como planners com lista de compras, sacolas de pano, garrafinha de água, a oportunidade de uma mentoria com você semanalmente via aplicativo, enfim, encontre presentes que sejam válidos para o seu nicho e que farão os olhos dos clientes brilharem.

Para você entender de uma vez por todas que gamificação não necessariamente precisa ser um jogo e muito menos tornar o atendimento infantil, eu decidi compartilhar quais foram esses elementos e como eu utilizei cada um deles.

1. Relacionamento – Comunidade Online e Offline

Pode ser um grupo de whatsapp de pacientes participantes do programa moderado pela Nutricionista responsável ou um evento presencial com parceiros.

2. Efeito Vencedor

Missões entregues entre as consultas presenciais para serem executadas como complemento do programa, cada celebração realizada ao longo do programa e prêmio final.

3. Distintivos

Um exemplo de distintivos são imãs que representam peças de um quebra-cabeça que serão encaixados em uma base imantada que será pregada na Geladeira do Paciente.

4. Coleção

Seguindo com a ideia do ímã, as peças do quebra-cabeça serão imãs que completarão a coleção do paciente. Cada imã será um símbolo que representa a missão realizada.

5. Pertencimento/ Comunidade

A exclusividade fala alto aqui. Camiseta exclusiva para membros do programa. Grupo exclusivo. Recompensas e prêmios exclusivos. Em Eventos Presenciais – dar a voz, tornar os pacientes protagonistas. Outra possibilidade é o mural do orgulho. Uma foto de todas as pessoas que já concluíram o Programa.

6. Recompensas

Distintivos, Coleção, Conteúdos Extras, Cardápio de Prémios Final, Materiais diferenciados, e-books, Brindes do Evento ao vivo, etc.

7. Desafios

Atividade individual ou coletiva proposta para promover maior engajamento e esforço de cada participante. Despertar as emoções positivas e usar do entretenimento.

8. Competições

Atividade individual ou coletiva proposta para promover maior engajamento e esforço de cada participante. Despertar o Efeito Vencedor

9. Desbloqueio de Conteúdo

Acesso ao material exclusivo e personalizado feito para combater os sabotadores que foram identificados na missão.

10. Doação

Você pode convidar seus pacientes a fazer uma doação referente aos Kg perdidos em alimentos não perecíveis. Os alimentos serão enviados à uma Instituição de caridade em nome do participante do Programa. 

11. Fases

Seu programa nutricional pode ser dividido em fases, onde cada uma tem um nome e representa uma grande conquista do participante. 

12. Storytelling

Criar uma narrativa para o seu programa gera conexão. Use o storytelling para passar uma mensagem principal onde o participante do programa se torna o Herói da Jornada que venceu seus maiores Vilões ao longo da trajetória.

13. Progressão

Cada encontro seu com seu paciente precisa ser motivo para comemorar uma vitória. Ele precisa ter clareza de que hoje ele está melhor que ontem. Você pode criar representações visuais que demonstram o progresso. Isso pode ser feito por checklist, tabuleiros, planadores ou até mesmo um álbum de figurinhas, como fez a minha aluna Marianna Santana.

O simples fato de comparecer na consulta já mostra que ele está persistindo e está cada vez mais perto do resultado final. Ele verifica, de forma visual, que vale a pena prosseguir.

Passo 5: Venda

A oferta deve deste programa dever ser na primeira consulta: depois de finalizada, explique a ele que tem a opção de pagamento avulso ou do programa e dê detalhes sobre o mesmo. O paciente entenderá que o investimento será o mesmo, mas um tem muitas vantagens em relação ao outro.

Agora conta para mim… Dá ou não dá vontade de participar de um programa como esse? Gostou? Mudou de alguma forma o seu entendimento sobre Gamificação aplicado à Nutrição?

Com Amor em Nutrir,

Mari.

outras postagens